ALUNOS DA ESCOLA DE SANTANA VISITAM USINA LOCALIZADA EM SUA COMUNIDADE

ALUNOS DA ESCOLA DE SANTANA VISITAM USINA LOCALIZADA EM SUA COMUNIDADE

Alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Santana, da comunidade de Santana, interior de Ijuí, estiveram visitando a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) RS-155 no dia 22 de março. No total foram beneficiados 24 alunos, do sexto ao nono ano do educandário, que tiveram a oportunidade de conhecer todo o processo de geração de energia, percorrendo toda a extensão da usina, da Barragem à Casa de Máquinas, contando com orientação do assessor de comunicação social da Cooperativa, jornalista Vilson Wagner. Continuar lendo “ALUNOS DA ESCOLA DE SANTANA VISITAM USINA LOCALIZADA EM SUA COMUNIDADE”

Anúncios
BOIAS NO LAGO DA PCH JOSÉ BARASUOL ALERTAM PARA RISCOS DE ACIDENTES EM BARRAGENS

BOIAS NO LAGO DA PCH JOSÉ BARASUOL ALERTAM PARA RISCOS DE ACIDENTES EM BARRAGENS

A Ceriluz adotou mais uma medida com o objetivo de evitar a prática de atividades proibidas na área do lago da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) José Barasuol.  A cooperativa instalou boias de sinalização no lago da usina, em Ijuí, que servem para delimitar a distância que as pessoas, embarcadas ou não, devem ficar da estrutura da barragem. As boias foram instaladas a uma distância de aproximadamente 200 metros da barragem e nenhuma pessoa não autorizada pode ultrapassar essa sinalização, independente do objetivo. Essa é a mesma distância para a proibição da pesca no local, no atual momento, onde estamos fora do Período da Piracema, que se encerrou no último dia 31 de janeiro e se caracteriza pela reprodução dos peixes. Continuar lendo “BOIAS NO LAGO DA PCH JOSÉ BARASUOL ALERTAM PARA RISCOS DE ACIDENTES EM BARRAGENS”

FEPAM FAZ VISTORIA NO LOCAL A SER INSTALADA A PCH IGREJINHA

No dia 16 de novembro a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM) realizou visita técnica no local onde se desenvolve o projeto de instalação da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Igrejinha, pela Ceriluz, empreendimento com potência de 4,85 Megawatts (MW). O local previsto para instalação da usina é o Rio Igrejinha, em leito localizado na comunidade de Ponte Queimada, município de Boa Vista do Cadeado, no Rio Grande do Sul. Estiveram no local os técnicos Lori Motta, bióloga, e Pedro Mendonça, geólogo, acompanhados de técnicos da Ceriluz, que fizeram vistoria visando a aprovação da Licença de Instalação (LI) da PCH.

Os técnicos da FEPAM percorreram as áreas que serão afetadas pelo empreendimento, sendo acompanhados pelos responsáveis das áreas ambientais e de engenharia da Ceriluz. Após esta vistoria a Cooperativa aguarda a emissão da Licença de Instalação que libera os procedimentos para a etapa construtiva desta usina.

PALESTRA APRESENTA AÇÕES AMBIENTAIS DA PCH AGUDO PARA ESCOLA DE ZORTÉA/SC

PALESTRA APRESENTA AÇÕES AMBIENTAIS DA PCH AGUDO PARA ESCOLA DE ZORTÉA/SC

A Ceriluz promoveu na tarde do dia 09 de novembro, quarta-feira, atividade na Escola Municipal Horizontes, em Zortéa, Santa Catarina. O objetivo foi apresentar a Cooperativa para professores e estudantes, de forma especial, a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Agudo, unidade geradora construída pela Ceriluz/SPVR Geração de Energia, naquele município. Duas palestras foram apresentadas aos presentes. Primeiro o jornalista Vilson Wagner apresentou a palestra “Ceriluz 50 Anos – Energia para a Vida”, contextualizando o histórico da Cooperativa e a sua atual infraestrutura, já que há mais de dois anos a Ceriluz passou a fazer parte do dia a dia dos moradores, a partir do trabalho de construção da usina. No segundo momento, o técnico ambiental Ronaldo Wiersinski apresentou a palestra “Água: ações de conservação na PCH Agudo”, quando destacou as principais atividades realizadas para diminuir o impacto ambiental causado pela obra. Continuar lendo “PALESTRA APRESENTA AÇÕES AMBIENTAIS DA PCH AGUDO PARA ESCOLA DE ZORTÉA/SC”

CERILUZ ALERTA PARA RISCOS DE ATIVIDADES RECREATIVAS PRÓXIMAS ÀS USINAS

CERILUZ ALERTA PARA RISCOS DE ATIVIDADES RECREATIVAS PRÓXIMAS ÀS USINAS

A morte por afogamento do ator Domingos Montagner, ocorrido no dia 15 de setembro, trouxe um alerta para as pessoas que costumam se banhar em rios, especialmente em áreas não apropriadas para banho. Ele veio a óbito ao nadar em uma praia do Rio São Francisco, que fica abaixo da barragem da Usina do Xingó, em Sergipe, local onde o fluxo da água é regulado pela vazão das turbinas em operação. Trata-se de uma usina de grande porte, no entanto, os riscos também se aplicam às unidades geradoras menores, como as Pequenas Centrais Hidrelétricas. Por isso a Ceriluz lança um alerta às pessoas que vivem próximas das PCHs, bem como aos veranistas que com a proximidade do período mais quente começam a preparar suas atividades recreativas em rios. É expressamente proibido se banhar ou praticar esportes náuticos próximo às estruturas de geração de energia, como indicam placas de sinalização instaladas nestes locais.

Continuar lendo “CERILUZ ALERTA PARA RISCOS DE ATIVIDADES RECREATIVAS PRÓXIMAS ÀS USINAS”

CHUVAS REGULARES E INVESTIMENTOS ALAVANCAM GERAÇÃO DE ENERGIA

CHUVAS REGULARES E INVESTIMENTOS ALAVANCAM GERAÇÃO DE ENERGIA

As chuvas regulares registradas durante o ano de 2015 levaram a Ceriluz a bater seu recorde na produção de energia elétrica. Ao longo dos doze meses do ano passado a Cooperativa alcançou uma geração total de 146,2 milhões de quilowatts/hora (kWh) em suas três usinas em operação. Isso equivale a um crescimento de 13,1% em relação ao ano de 2014, quando a Ceriluz gerou 129,3 milhões de kWh.

Continuar lendo “CHUVAS REGULARES E INVESTIMENTOS ALAVANCAM GERAÇÃO DE ENERGIA”

PCH AGUDO ENTRA EM OPERAÇÃO COMERCIAL AGREGANDO ENERGIA À CERILUZ

PCH AGUDO ENTRA EM OPERAÇÃO COMERCIAL AGREGANDO ENERGIA À CERILUZ

A Ceriluz amplia mais uma vez sua capacidade de geração ao colocar em operação comercial a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Agudo, no município de Zortéa, em Santa Catarina. A usina, que tem uma potência instalada de 3,9 Megawatts (MW), obteve a Licença de Operação Comercial junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no dia 03 de março. Isso significa que desde então ela pode vender energia no mercado elétrico nacional. A operação se dá após aproximadamente dois anos de obra por parte das equipes técnicas da Cooperativa, que coordenou a construção com apoio de empresas terceirizadas.

Continuar lendo “PCH AGUDO ENTRA EM OPERAÇÃO COMERCIAL AGREGANDO ENERGIA À CERILUZ”