PALESTRA APRESENTA AÇÕES AMBIENTAIS DA PCH AGUDO PARA ESCOLA DE ZORTÉA/SC

PALESTRA APRESENTA AÇÕES AMBIENTAIS DA PCH AGUDO PARA ESCOLA DE ZORTÉA/SC

A Ceriluz promoveu na tarde do dia 09 de novembro, quarta-feira, atividade na Escola Municipal Horizontes, em Zortéa, Santa Catarina. O objetivo foi apresentar a Cooperativa para professores e estudantes, de forma especial, a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Agudo, unidade geradora construída pela Ceriluz/SPVR Geração de Energia, naquele município. Duas palestras foram apresentadas aos presentes. Primeiro o jornalista Vilson Wagner apresentou a palestra “Ceriluz 50 Anos – Energia para a Vida”, contextualizando o histórico da Cooperativa e a sua atual infraestrutura, já que há mais de dois anos a Ceriluz passou a fazer parte do dia a dia dos moradores, a partir do trabalho de construção da usina. No segundo momento, o técnico ambiental Ronaldo Wiersinski apresentou a palestra “Água: ações de conservação na PCH Agudo”, quando destacou as principais atividades realizadas para diminuir o impacto ambiental causado pela obra.

As ações de gestão ambiental no espaço destinado à usina incluem o cercamento de Áreas de Proteção Permanentes (APPs), a recuperação do solo e o replantio de 2.250 árvores nativas, incluindo o Cedro, a Inbuia e a Araucária. A licença ambiental emitida pela FATMA – órgão regulador ambiental de Santa Catarina – engloba ainda o levantamento da fauna animal e aquática, e o acompanhamento da qualidade da água. Ronaldo apresentou alguns dados levantados a partir de estudos feitos por equipes de biólogos e engenheiros florestais, incluindo espécies de aves, animais e peixes presentes no ambiente da usina. “Uma atividade como esta, para os professores, logicamente é conhecimento, e para os alunos também. Assuntos como educação ambiental, economia de energia e conservação de espécies da fauna e da flora, entram no currículo escolar e estas palestras vêm complementar o nosso trabalho”, afirma o diretor da escola Marcelo Jung. Ele ressalta que apesar de outras empresas já terem apresentado temas semelhantes aos alunos, o diferencial é o fato da PCH Agudo estar localizada em seu município. “Esta usina veio se instalar em nosso município, portanto, é parte da nossa realidade […] e assim que for possível realizar visitas, nós queremos levar os alunos ao local, pois ela agora faz parte da atividade econômica do município e tem disciplinas que trabalham essa atividade”, solicita o diretor.

A PCH Agudo já está gerando energia desde março deste ano, contudo ainda se encontra em fase de adequações para que ela possa gerar plenamente, o que deve acontecer em breve. Sua capacidade instalada é de 3,9 Megawatts (MW), gerados a partir de três geradores. Como característica principal se destaca sua capacidade de gerar energia em um rio de baixo volume de água, com uma área de alague inferior a um hectare, o que por si só já demonstra o baixo impacto ambiental gerado. Essa eficiência se justifica pela significativa queda de água entre a barragem e a Casa de Máquinas, de 120 metros, que potencializa o aproveitamento da água.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s